Artigos marcados com rede social
Aug
6

TrocaJogo

Um saída do brasileiro para os altos preços dos jogos no Brasil, já que não podemos comprar vários títulos de uma vez, é trocar aquele jogo que já terminou com os amigos. Agora, criaram uma rede social para este propósito, assim, você pode encontrar de maneira fácil os jogos do seu interesse e as pessoas que querem exatamente aquele jogo que você está oferecendo. Conheça o TrocaJogo.

ler mais

Jul
29

Facebook Questions

Facebook Questions

O Facebook anunciou oficialmente o início das operações do seu serviço Facebook Questions, ainda em fase beta, que funciona similar ao Yahoo! Answers (ou Formspring?), mas dentro da rede social.

Neste período de testes, algumas poucas pessoas conseguem usar o serviço, mas os responsáveis pelo site prometeram que o serviço estará disponível para todos em breve. Bom, no Facebook eu acredito.

Para usa, basta clicar na opção “Ask Questions” (em breve em português também), na página inicial, e preencher o formulário com a sua pergunta. A pergunta estará disponível na sua própria página, pronta para ser respondida pelos usuários da rede.

Via: InsideTechno

Sep
4

Redes sociais segmentadas

Redes Sociais

As redes sociais são uma forma de expressão coletiva que tomou a internet de assalto, e faz sucesso no mundo todo, cada país com sua característica individual de interação. Está aí o orkut que não me deixa mentir. Facebook, MySpace, Hi5, Sonico são vários exemplos de redes sociais, vamos dizer assim, genéricas. Você com certeza deve participar de alguma.

Mas saiba que existem centenas de outras redes para públicos específicos, os chamados nichos. Como o tema é muito amplo, estou seguindo um certo padrão de site, onde você possa adicionar amigos, participar de comunidades ou grupos de interesse e ainda tem fórum para debates. Vamos conhecer algumas delas:

Drimio: A primeira rede deste post talvez seja uma das mais novas. Ela foi criada para que as pessoas falem sobre marcas, que se identifiquem com elas e compartilhe suas sensações sobre elas com outras pessoas. Interessante acompanhar a quantidade de material produzido sobre uma determinada marca e as percepções que os usuários escrevem acerca dela.

Skoob: Nesta rede de livros, você cadastra a sua biblioteca, separando o que já leu, o que está lendo e o que ainda quer ler. O site é tão cheio de recursos, que mostra a quantidade de páginas que você já leu somando todos os livros, e motra uma barra de progressão até você terminar um determinado livro.

Playfire (em inglês): Bem parecido com o Skoob, aqui você cadastra os games que já jogou e/ou aqueles que tem em sua coleção. Depois disso, é só participar das comunidades relacionadas à algum game específico e trocar ideias com outros gamers.

MovieMobz: Se você gosta de cinema, esta é a sua rede. Como você monta sua biblioteca de livros e games no Skoob e Playfire, respectivamente, aqui você vai cadastrar a sua videoteca e conversar sobre filmes com outros entusiastas. Um dos atrativos do site, é avisar aos cadastrados a programação de filmes da sua cidade, semanalmente.

A internet está recheada de outras redes com essas propostas, e de tempos em tempos aparece algo novo. Você conhece alguns desses sites listados neste post? Participa de algum que não está nessa lista? Deixe o seu comentário.

Apr
13

TwitZap: O Twitter web que funciona

TwitZap

O TwitZap é um client de Twitter na web. Mas o que ele tem de diferente para o site oficial? Muita coisa, començando pela maior velocidade em que ele mostra as mensagens (tweets), chegando ao fato de que você pode usar o serviço mesmo que o site princpal esteja fora do ar. E tem mais.

A página é atualizada automaticamente (em tempo real), assim, não precisa ficar pressionando F5. Ela só para de mostrar novos tweets no momento em que você estiver dando um reply ou enviando uma DM. Terminado isso, é só clicar em “Resume Updates” que ele mostrará todos os posts acumulados. Outra função interessante é o fato de você poder escrever uma mensagem, e ela será publicada assim que for possível (caso o Twitter caia).

Interessante também é o recurso de mostrar um preview da imagem que tenha sido postada via Twitpic na própria timeline. Assim você não recebe nenhum susto na hora de clicar no link. E ainda, ao contrário do Twitter via web, é possível retwitar uma pessoa com apenas um clique. Pensa que eu terminei?

A barra lateral direita é uma grande aliada. Ao usar, repare que, ela mostra a quantidade de replies e DM´s não lidas. Continuando nela, o recurso “Add a Channel” nada mais é do que o “search” do TwitZap. Deste modo, ele busca por todas as mensagens postadas com o assunto pesquisado, e cria um “canal” na barra lateral para você acompanhar o evolução do tema.

Utilizando o mesmo recurso, você pode acompanhar os tweets de uma pessoa específica, separada da timeline. Clicando no link do nome (nickname) da pessoa, ela também “irá” para a barra lateral. Ah, ele tem seu próprio encurtador de URL´s também. Bom, se eu ficar falando de todos os rescursos do TwitZap o post vai ficar gigante. Teste o serviço, descubra as novidades e deixe um comentário relatando suas impressões.

Via: Mashable

Apr
13

Orkut proibe comentários anônimos

orkut

Em mais uma atitude para tentar moralizar as comunidades do orkut, a equipe que cuida do serviço proibiu daqui para frente os comentários anônimos nos fóruns. Isso, segundo eles, para tornar as discussões mais saudaveis e divertidas.

Durante um tempo, os comentários postados anonimamente antes dessa mudança ainda estarão online, o que indica que em breve serão apagados também.

Não acredito que apenas essa atitude seja suficiente para trazer novos ares ao orkut, tão “baleado” nos últimos anos devido o descaso do Google, mediante ao mau (diria péssimo) uso da ferramenta pela maioria de seus usuários. Mesmo assim, você se relacionando apenas com seus amigos e pessoas de interesse em comum, não há com que se preocupar. Existem muitas comunidades que ainda são bons refúgios de debates sadios.

Via: Blog do Orkut

Apr
7

8Tracks: monte a sua própria rádio

8Tracks

Depois de indicar o Vastfm semana passada, quero mostrar o 8Tracks, que é um novo conceito de rede social musical. Diferente do Blip.FM, no 8Tracks, você monta uma sequência (mix) de no mínimo 8 músicas, e disponibiliza para seus amigos ouvirem. O site não tem versão em português.

Como toda boa rede social, seus amigos podem comentar suas seleções e lhe adicionar às sua rede. E mais, como já virou tradição, você pode avisar diretamente no seu perfil do Twitter quando criar um novo mix, bastando apenas colocar o seu login e senha e apertar um botão.

Para criar a sua “rádio”, clique no botão “create a mix“, vá em “network” e procure pela música que deseja acrescentar. Caso ela não exista no sistema, você pode fazer o upload das MP3s que estão no seu computador (em “upload tracks”). Feito isto, basta clicar em cima da música e arrastá-la para o quadro que fica a direita (onde ficará a sua lista de reprodução). Muito prático e intuitivo. Terminando a sua seleção, clique em “next“.

Depois, você colocará o título, a descrição, as tags e escolherá uma imagem para representar sua playlist. Para isto, você pode subir uma imagem, ou aceitar uma das sugestões do site, em “album arts“. Clique em “save changes” e está pronta a sua coletânea.

Para que as outras pessoas escutem, você pode “embedar” o player no seu site ou blog, ou disponibilizar o link no Twitter, como foi dito no começo deste post.

Por questões contratuais, o site tem algumas restrições bem incovenientes como, não permitir mais de duas músicas por artista na sua mix, e outras coisas mais. Sendo a mais chata de todas, o fato de você não poder ouvir mais de 30 segundos de uma música proveniente da “network“, somente as pessoas que ouvirem a sua lista poderão aproveitá-la por completa. O que é algo só para “prestar contas” mesmo, pois nada impede que você dê “log out” e escute tudo. Enfim, nada também que atrapalhe a divesão.

Para escrever este  post, montei um set com 15 músicas apenas de bandas de rock, de vários estilos e anos diferentes. Ouça e deixe o seu comentário.