30 de Outubro de 2009 por Pedro Cardoso

O Google Brasil divulgou oficialmente ontem (29 de outubro) a nova versão do orkut, com mais opções e um visual totalmente reformulado. A interface foi melhorada para ficar mais limpa e permitir maior interatividade entre os usuários.

Para ter acesso ao “novo orkut”, neste primeiro momento, é preciso um convite, assim como era lá no começo do site. Poucas pessoas já estão usando os novos recursos, e os convites estão sendo disputados a tapa no Twitter. Mas não se preocupe, o Google espera que todos já terão migrado até setembro de 2010. Como ganhar convite? É só pedir para o seu amigo sortudo e pronto.

Enquanto isso não acontecer, as pessoas poderão se comunicar, entre elas, independentemente da versão que estiver usando. Os responsáveis garantiram também que seus dados e fotos não serão deletados nessa transição.

E quais são as novidades do “novo orkut”? Entre várias outras, melhoria na ferramenta para subir fotos, bate-papo também em vídeo, o topo da página ganhou links para outros serviços da empresa, formatação mais fácil dos scraps (não é preciso colocar códigos), navegação nas comunidades dentro do seu perfil (na home), depoimento em vídeo e opção de troca de cores. Duas coisas permaneceram sem mudança: o limite de mil amigos e a URL esquisita.

Via: Google Discovery e Receita do Sucesso

4 de Setembro de 2009 por Pedro Cardoso

Redes Sociais

As redes sociais são uma forma de expressão coletiva que tomou a internet de assalto, e faz sucesso no mundo todo, cada país com sua característica individual de interação. Está aí o orkut que não me deixa mentir. Facebook, MySpace, Hi5, Sonico são vários exemplos de redes sociais, vamos dizer assim, genéricas. Você com certeza deve participar de alguma.

Mas saiba que existem centenas de outras redes para públicos específicos, os chamados nichos. Como o tema é muito amplo, estou seguindo um certo padrão de site, onde você possa adicionar amigos, participar de comunidades ou grupos de interesse e ainda tem fórum para debates. Vamos conhecer algumas delas:

Drimio: A primeira rede deste post talvez seja uma das mais novas. Ela foi criada para que as pessoas falem sobre marcas, que se identifiquem com elas e compartilhe suas sensações sobre elas com outras pessoas. Interessante acompanhar a quantidade de material produzido sobre uma determinada marca e as percepções que os usuários escrevem acerca dela.

Skoob: Nesta rede de livros, você cadastra a sua biblioteca, separando o que já leu, o que está lendo e o que ainda quer ler. O site é tão cheio de recursos, que mostra a quantidade de páginas que você já leu somando todos os livros, e motra uma barra de progressão até você terminar um determinado livro.

Playfire (em inglês): Bem parecido com o Skoob, aqui você cadastra os games que já jogou e/ou aqueles que tem em sua coleção. Depois disso, é só participar das comunidades relacionadas à algum game específico e trocar ideias com outros gamers.

MovieMobz: Se você gosta de cinema, esta é a sua rede. Como você monta sua biblioteca de livros e games no Skoob e Playfire, respectivamente, aqui você vai cadastrar a sua videoteca e conversar sobre filmes com outros entusiastas. Um dos atrativos do site, é avisar aos cadastrados a programação de filmes da sua cidade, semanalmente.

A internet está recheada de outras redes com essas propostas, e de tempos em tempos aparece algo novo. Você conhece alguns desses sites listados neste post? Participa de algum que não está nessa lista? Deixe o seu comentário.

3 de Setembro de 2009 por Pedro Cardoso

Twestival Rio

O primeiro Twestival Rio fez parte de uma ação social global em favor da Charity:Water e foi um sucesso absoluto, sendo a cidade que mais arrecadou na América Latina. Nesta segunda edição com participação brasileira, as instituições atendidas serão locais, e no caso do Rio de Janeiro, a Sociedade Viva Cazuza, que está passando por sérias dificuldades financeiras e precisa da nossa ajuda.

Para quem não sabe, a Sociedade Viva Cazuza acolhe em sua casa crianças e adolescentes com AIDS (22 nesse momento). Lá, elas contam também com tratamento médico, apoio educacional e psicológico.

Vale ressaltar que o Twestival Rio não se trata de nenhuma ação de cunho religioso, partidário ou com fins lucrativos. É apenas um grupo de 12 amigos que se conheceram no Twitter e resolveram arregaçar as mangas pelas causas sociais. O evento já foi notícia no jornal O Dia e no G1, da Globo.com, além da divulgação em diversos blogs, sites e redes sociais.

Como posso ajudar?

Estará no ar até o dia 15/09 a Vakinha do Twestival Rio, onde todo valor arrecadado irá diretamente para a Sociedade Viva Cazuza. Você pode contribuir com o valor que quiser mas, quem doar acima de R$10,00, concorrerá a prêmios que serão sorteados no dia do evento. A lista de prêmios ainda não está fechada, pois sempre chegam novos produtos. Mais você pode acompanhar todos os itens já disponibilizados pelas empresas e parceiros que estão apoiando o evento, aqui. Clique aqui para doar.

Você também pode colaborar doando alimentos não perecíveis, produtos de higiene e roupas para crianças e adolescentes, de 11 a 17 anos. Saiba aqui como fazer esse tipo de doação.

Quando e onde vai ser?

O festival em si acontece no dia 11 de setembro (sexta-feira), no restaurante Estação República, às 19h (Rua do Catete, 104, ao lado da estação do Metrô de mesmo nome). Compareça, chame os amigos e participe!

Links para você saber mais

Twestival Rio na mídia

Quem nos apoia ( e como)

Como doar

Doe e concorra!

Viva Cazuza no Twitter

Twestival Rio no Twitter

27 de Agosto de 2009 por Pedro Cardoso

Wi-Fi Zone

Aqui no Saiba Tudo, escrevi um post sobre o Mapa Wi-Fi do Rio de Janeiro, uma iniciativa do Renato Cozta, mas conhecido como @Evidente. No bate-papo, ele me falou que existem outras cidades no Brasil com iniciativas parecidas com esta, de disponibilizar uma lista ou um mapa com pontos de acesso Wi-Fi conhecidos (gratuitos ou não).

Um dos mais bem elaborados é o Wi-Fi Floripa, um site muito bem feito onde aparece, na esquerda, uma lista de pontos já conhecidos e cadastrados. Ao clicar no link, você é direcionado para o mapa. No meio, um “form” de contato para, entre outras coisas, você sugerir novos pontos. E na direita, tudo o que rola no perfil do Twitter do site.

Pesquisando no Google, também achei uma iniciativa similar na cidade de Salvador, onde as cores dos marcadores diferenciam quando um hotspot é gratuito, pago ou doméstico. Se você conhece trabalhos como esse na sua cidade, ou se você mesmo realiza um, deixe um comentário com a URL. Compartilhe com a galera.

26 de Agosto de 2009 por Pedro Cardoso

Podcast

Estou há mais de dois meses para escrever este post, mas por um motivo ou outro, ele sempre fica para segundo plano. Entre os meses de março e junho de 2009, promovi uma pequena enquete sobre o hábito das pessoas ao ouvirem podcast, agora, apresento o resultado, que não me surpreendeu muito.

Ao todo, apenas 174 pessoas responderam à enquete, mesmo depois de várias pessoas ajudando na divulgação (#fail para os preguiçosos de plantão). Enfim, os resultados indicam que:

44% das pessoas preferem que o programa tenha a duração de 1 hora
41% gostam de um perfil misturado (com humor, entrevistas, músicas, e tudo mais)
45% indicaram que preferem uma formação com 4 pessoas
23% preferem “internet” como tema, enquanto 22% preferem “cinema, TV e séries”
81% preferem podcasts semanais
67% baixa em casa
42% ouve no computador
33% baixam podcasts em conexões de 1mb
67% não usam iTunes
82% ouve ou ouviria um podcast que contenha anúncios
83% ouve ou ouviria um podcast patrocinado
32% afirmam que ouvem mais de 5 podcasts

Para baixar o PDF com o resultado completo, basta clicar aqui.

25 de Agosto de 2009 por Pedro Cardoso

Mapa Wi-Fi do Rio de Janeiro

Se você mora no Rio de Janeiro ou vem de visita, saiba quais os pontos de acesso Wi-Fi que a cidade disponibiliza pelo Google Maps. Quem comanda essa pesquisa e mantém o resultado  no ar é o jornalista Renato Cozta, o @Evidente no Twitter.

Aliás, o Twitter é uma das ferramentas utilizadas por ele para receber sugestões de locais, e manter o mapa sempre atualizado. Até o momento em que escrevo este post, já estão inseridos 41 pontos, entre acessos gratuitos ou pagos, cadastrados pelos quatro colaboradores (@lebravo, @lesilva e @rperret).

Se você conhece um ponto de acesso Wi-Fi que não está na lista, ou é uma empresa (bar, restaurante, centro comercial, etc) e quer divulgar o seu serviço, também poderá sugerir. Conversei com o Renato para a gente conhecer um pouco mais deste projeto e suas motivações:

Mapa Wi-Fi do RJ

Pedro: Qual foi sua ideia, objetivo ao iniciar esse projeto?

Renato: Na verdade a ideia surgiu porque a galera geek ia aos eventos com a intenção de mostrar o evento via Twitter, por vídeo ou no blog. Como a tecnologia não gera custo para quem usa, o pessoal preferia locais que tivessem Wi-fi, daí veio a ideia de mapear os pontos no Rio de Janeiro.

Pedro: Uma pessoa ou empresa te passa uma sugestão, qual o processo a partir de então, até a inclusão no mapa?

Renato: Em geral, as pessoas passam. Mas, às vezes, eu pergunto quando alguém comenta no Twitter. As empresas podem me mandar se quisserem, já tentei algumas vezes com o Mc Donald´s e o Bob´s – que tem acesso em alguns restaurantes – mas as assessorias não levam o mapa muito a sério. Algumas vezes, eu descubro e ponho. A divulgação é algo que tem que ser melhorada mesmo.

Portanto, se você é um geek ou um profissional que precisa estar conectado, consulte o Mapa Wi-Fi do Rio de Janeiro para saber onde ir, antes de sair de casa. E se você tem um café, um restaurante e ainda não dispõe desse serviço, saiba que está deixando de receber vários clientes no seu estabelecimento, pois esse já é um fator de decisão na hora de escolher um local para se divertir, para muita gente.

Página 1 of 1412345»...Última »