Sep 21

Se você é preguiçoso como eu, mas não abre mão de deixar seu blog com um layout bonito, vai adorar esta ferramenta. O site FavIcon from Pics cria favicons com apenas dois ou três cliques. Sem trabalho nenhum, sem stress. Para isto, basta colocar em “source image” a imagem de sua escolha. Em seguida, selecione, caso queira, a função “animated favicon”. Depois é só clicar no botão “Generate FavIcon.ico”.

Pronto, muito fácil. Na seqüência, é só fazer o download do favicon gerado pelo sistema. Mas antes, você pode pré-visualizar no próprio site o resultado, e caso não esteja de acordo com o seu gosto, é só começar o processo novamente. Este favicon que apresenta o Saiba Tudo foi criado neste site. Não ficou bom?

Se você já tem uma imagem favicon 16×16 gerada (seja jpg, png ou gif) para aplicar no seu blog, mas não sabe como fazer, leia o artigo do Wikipedia sobre o assunto. Não tem como errar.


Sep 20

Conversando com o Helton no MSN, ele falou tanto do programa Feed Reader 3.10 que resolvi experimentar e escrever um artigo sobre ele aqui no Saiba Tudo. Para a minha grata surpresa, ele é o melhor leitor RSS que já testei.

Em primeiro lugar ele é em português. Um atrativo para os usuários leigos ou que não tem intimidade com a língua inglesa. Visual limpo (padrão também em qualquer leitor de email), intuitivo, customização simplificada e facilidade de uso ajudam a compor a qualidade final deste leitor.

Na barra inferior, você encontra duas opções muito úteis. Primeiro para aumentar e diminuir a fonte do texto que vocês está lendo, e depois, uma série de três botões para arrumar as janelas do Feedreader como bem entender. Na janela principal, onde aparecem os títulos dos posts do blog em questão, gostei da divisão por período de publicação (ontem, esta semana, semana passada, e por aí vai). O Feedreader ainda possui um campo de busca muito bem localizado para facilitar nossa procura.

E como faço para adicionar um RSS nele? Simples. Vá em Arquivos > Novo > Canal e adicione o endereço do feed que você quer assinar, ou então aperte a tecla F3 do seu teclado. A única limitação deste tipo de leitor de feed é não poder consultá-lo em qualquer computador, visto que ele está instalado no seu sistema e não online. Porém, aproveitando a dica do próprio Helton, é só exportar um arquivo OPML, salvar no seu pendrive e importá-lo no Google Reader, por exemplo, em qualquer computador ligado a internet. Assim, você sempre terá em mãos a sua lista de blogs e sites prediletos.

Importando e Exportando arquivos OPML

No Feedreader: Arquivos > Importar OPML e/ou Exportar OPML
No Google Reader (por exemplo): Settings > Import/Export


Sep 12

Miguxo, nerd, geek, problogger, usuário Linux ou Windows. Seja qual for a sua tribo, não há quem não use um wallpaper (papel de parede para os íntimos) no seu desktop. Sites especializados no assunto existem aos milhares. Mas eu particularmente gosto muito do 2Desktop.

O melhor do site é a sua simplicidade. Não fica te enrolando e apresenta uma grande quantidade de opções na sua barra de navegação. Tem categoria para todos os gostos. Eu particularmente gosto das seções “Cars” e “3D/Digital Art”. Mas, caso você não se importe com o assunto, procure todos os wallpapers disponíveis em cada faixa de resolução de vídeo, logo abaixo das categorias. O 2Desktop ainda tem um campo de busca para você ir direto ao ponto que está procurando.

Quando você clica em uma miniatura, o site abre uma página com as informações do wallpapers. Lá, você encontra a data que ele foi adicionado, as resoluções disponíveis e ainda pode dar uma nota de um a cinco para a imagem. O site é leve, e todas essas funções se apresentam de forma rápida e descomplicada. Aproveite e mude este wallpaper que você está usando há mais de dois meses.


Sep 11

Rodando pelo TechBrasil, fiquei sabendo do lançamento da versão 2.00.500 do CCleaner, que é um poderoso removedor de arquivos desnecessários como forma de optimizar e dar mais velocidade ao seu Windows. Como já havia lido sobre esse freeware em outros blogs, resolvi experimentar.

Entre todas as suas funções, ele retira os arquivos temporários obsoletos, remove cookies, faz um faxina completa no seu IE ou Firefox e limpa os seus arquivos de log do Windows. E tudo isso com muita rapidez. No meu modesto notebook, ele não demorou muito mais do que 2 minutos para detectar 228 mb de arquivos obsoletos em meu sistema (esse tempo varia com a quantidade de arquivos no seu HD). Que eu, sem titubear, mandei para a lixeira. O resultado, logo de início, foi uma sensível melhora na inicialização do Windows. Além de outros benefícios posteriores.

Se você é marinheiro de primeira viagem, não se assuste. Faça o download do CCleaner (2,49 mb) gratuitamente, instale-o em abra o programa. Na barra lateral, existem três funções principais. Em limpeza, você retira todo lixo do Windows, browsers e outros dos principais programas instalados no seu sistema. Para isso, primeiro clique no botão “analisar” e depois, “executar limpeza”. Tudo bastante intuitivo. Na segunda opção você procura e corrige os erros nos famosos registros do Windows. Já na terceira guia, Ferramentas, você exclui os programas que estão instalados, mas que você não está usando, e de quebra, ainda retira da lista de inicialização do Windows alguns programas que você achar desnecessários.

Vale lembrar que todas essas funções só realmente funcionam se você não tiver usando o sistema no momento, como navegar no IE, por exemplo. Pois pensem comigo, como ele vai terminar o serviço de limpar seus cookies se você está produzindo mais naquele instante?


Sep 10

Entre os anos de 2004 e 2005, me viciei em um jogo de gerenciamento de times de futebol chamado Hattrick. E o mais divertido, além do jogo em si, era atualizar as notícias do seu clube numa espécie de blog via HT-Arena. Na época, para compor a página, procurei na internet um site que reunisse marcas do mundo todo (esportivas, de bebidas, entre outras) que eu pudesse utilizar para ilustrar os “patronicadores” do clube (na época do Canário FC). Achei o Brands of the World, e nunca mais usei outro.

Apesar do site ser em inglês, você encontra várias marcas brasileiras. Experimente e faça uma busca em “Search for logos:“, que está no lado direito do site. As imagens estão no formato EPS. Além da imagem em si, você encontra informações como o site da empresa dona da marca, em que categoria ela se enquadra e qual o país de origem. Portanto, está aí uma ótima fonte de consulta para o estudante de publicidade e propaganda.

E graças a minha prima, recentemente fui apresentado ao All Free Logo, que também é excelente. Adicione os dois sites nos seus favoritos.


Página 1 of 11